Analise Darksiders 3




Terceiro Capitulo mais difícil 

Acompanhamos mais um cavaleiro do apocalipse dessa vez a Fury ou Cólera como ficou na versão Brasileira apesar que Fúria seria uma tradução melhor, mas vai entender. Quem já teve contato com a mitologia cristã sabe muito bem que os cavaleiros do apocalipse são morte, guerra, peste e Fome. No Universo Darksiders temos a mudança de dois Peste e Fome para Cólera (Fury)  e Conflito.

Cólera a unica mulher entre os cavaleiros do Apocalipse.

Para quem conhece os primeiros títulos sabe muito bem que as histórias acontecem praticamente no mesmo período, esse terceiro capítulo começa após Guerra ser preso e acusado de ter iniciado o apocalipse antes do tempo. Cólera recebe a missão de acabar com os 07 pecados capitais que aproveitaram o apocalipse antecipado para piorar a situação acabando com o equilíbrio entre o bem e mal. Ela só a aceita a missão com uma condição se tornar líder dos cavaleiros caso tenha sucesso, o conselho aceita a proposta porém ela é obrigada ser acompanhada por uma Watcher para vigiar e guiar em sua jornada.

Cólera é  vigiada o tempo todo na sua jornada.


O visual do Game continua o mesmo sem nenhuma mudança drástica, tá mais bonito devido ser da geração atual. A mecânica é algo que mudou totalmente comparado com seu antecessor que tinha vários equipamentos que seus inimigos dropavam a rodo. Nesse temos equipamentos limitados a arma principal é a Scorn (Desprezo) que pode assumir 5 formas, sendo que sua forma principal é um chicote as outras variações vamos conseguindo ao longo do jogo quando desbloqueamos novas habilidades, já que elas são importantes para passar alguns obstáculos temos também a Salvação que serve como um bumerangue para atingir locais mais distantes e destruir alguns obstáculos que Cólera não consegue chegar perto. 



Visual continua o mesmo, porém mais bonito.


O game funciona como Zelda que temos que revisitar várias vezes os mesmos locais e a medida que vamos adquirindo novas habilidades conseguimos ter acesso a outros caminhos. Já nas batalhas contra inimigos o game se aproxima muito de Darksouls, Cólera é muito fraca morre com dois ou três golpes, sendo fundamental dominar a esquiva e o contra-ataque, ou você passará muita raiva ou até desistirá do game se não for paciente. 





Recolha as almas e me forneça


Vulgrim está de volta e dessa vez ele serve como Savepoint além de vendedor de itens, e posso dizer que ele é mais importante do que nos games anteriores, aqui em Darksiders 3 para você subir de nível precisará recolher almas que são conseguidas ao derrotar seus inimigos, e fornecer a vulgrim para conseguir pontos de habilidade, mas tem um porém caso você morra no caminho suas almas ficaram vagando no exato local da sua morte sendo necessário você ir buscar elas, então se tiver oportunidade sempre forneças as almas a Vulgrim.  Seus equipamentos também podem ser melhorados, mas isso fica por conta do ferreiro.


E os pecados capitais?


Enfrentar os pecados capitais é algo divertido até, posso dizer que é mais difícil chegar até eles do que derrota-los, você possivelmente morrerá no primeiro encontro, mas tem alguns que são tão previsível que você derrota logo no primeiro embate sem nem precisar a decorar os padrões dele. Tem um  Pecado que a forma de derrotar ele foi igual jogar Super Mario ou algum game clássico de plataforma 3D. já as formas deles eu gostei ficou bem característico com o pecado que eles representam, tanto que não citasse qual pecado ele representa daria pra saber na hora. 


Nem tudo são flores


Além da dificuldade bem maior comparado aos games anteriores  outro ponto negativo do game são seus loading no meio do nada as vezes você tá andando em um determinado cenário e o game trava carregando e não ache que vai rolar alguma cutscene ou algo do tipo, as vezes isso acontece duas e ate três vezes seguidos se torna chato demais, algo desnecessário que acredito que daria para consertar.



Darksiders 3 é um game bem difícil comparado com os antecessores, com o visual melhorado, mecânica totalmente diferente que requer alguma dedicação por parte do jogador para dominá-las, a historia do game continua aquele arroz com feijão, mas te prende mesmo assim.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem